sábado, 1 de novembro de 2014

O Miting Resgatado pelo Grupo Mba Eza

(Carnaval memorável em Saurimo)

ISAQUIEL CORI




As ruas de Saurimo, paralelas e perpendiculares, com asfalto impecável, estavam limpas, bem lavadas pelas águas da chuva, quando chegou a tarde e com ela a hora marcada para o desfile. No Largo Dr. António Agostinho Neto era grande a expectativa em relação à performance dos grupos oriundos dos quatro municípios da província: Saurimo, Dala, Cacolo e Muconda. Um dos principais redutos da tradição Lunda Cokwe, a par da Lunda-Norte e do Moxico, a Lunda-Sul, no conjunto das dinâmicas das suas comunidades, é um verdadeiro museu vivo onde podem ser apreciadas algumas manifestações culturais antigas, em estado quase puro. Sendo que as danças são as principais manifestações culturais que o carnaval põe em evidência.
Mencionando aqui apenas a Txianda, a Txissela, o Makopo, o Muquixi e o Cafundês, é grande o mosaico das danças típicas da cultura Lunda Cokwe. Algumas, como a Txianda e o Muquixi, são amplamente conhecidas no país porque já foram executadas vezes sem conta em palcos nacionais ou porque foram alvo da atenção de estudiosos das danças.   



O Miting é uma dança que corria o risco de desaparecer e que foi resgatada pelo grupo Mba Eza, do município do Dala, o campeão em título do carnaval provincial.
Enquanto o público compunha o cenário, as entidades protocolares tomavam os seus assentos e os grupos carnavalescos faziam o "aquecimento", da amplificação sonora que abarcava todo o largo ouviam-se alguns dos maiores sucessos da música popular urbana local (os conjuntos "Moyowenos da Lunda Sul" e "Sassa Tchokwe", bem como o cantor Rei Dacosta, todos ao ritmo da omnipresente Txianda, animavam sobremaneira os presentes.
Ao longo do desfile dos onze grupos que competiam pelo título de melhor do ano vimo-nos relativamente frustrados na nossa expectativa. Esperávamos uma maior variedade de danças mas fomos brindados apenas com a Txianda, o Muquixi, e, para nossa satisfação, o Miting pelos Mba Eza do Dala.



O Miting é uma dança que tem características modernas e traços urbanos, a começar pela indumentária dos bailarinos: homens e mulheres apresentam-se vestidos a "rigor", com calças sociais, camisa branca e gravata. O grupo forma uma grande roda, tendo no interior o vocalista e os percussionistas. Os bailarinos vão evoluindo com uns movimentos alternados de sapateado, de ombros e braços e uns laivos de ginga próprios da Txianda. O acompanhamento musical tem uma passada lenta, à base da percussão. O Miting é claramente uma dança de salão, que muito vagamente faz lembrar a rebita de Luanda, sem a famosa massemba.